top of page

O Intestino e a ansiedade - o eixo intestino-cérebro


Como a nutrição funcional e a saúde do intestino podem ajudar na ansiedade
Relação entre intestino e ansiedade

Os trilhões de microorganismos localizados no intestino são chamados de microbiota intestinal e desempenham funções importantes no sistema imunológico e no metabolismo, fornecendo mediadores inflamatórios essenciais, nutrientes e vitaminas.

Numa situação de disbiose – alteração do tipo e número de microorganismos no intestino – as bactérias disbióticas libertam mediadores e outras substâncias altamente inflamatórias que mantêm o sistema imune ativado por longos períodos. Esta ativação a longo prazo pode alterar as funções cerebrais que finalmente levam a tipos de transtornos mentais, como o transtorno de ansiedade. Além disso, estudos indicam que a microflora intestinal pode ter um impacto na função do eixo hipotálamo-hipófise-adrenal, o que pode levar a alterações nas funções cerebrais. Um número crescente de estudos básicos e clínicos mostrou que a flora intestinal pode modular a comunicação entre o intestino e o cérebro através do eixo intestino-cérebro, que inclui principalmente o sistema nervoso, o sistema imunológico e o sistema endócrino. Quando a microbiota intestinal é afetada ocorrem uma série de alterações nos sintomas físicos e / ou mentais.

A regulação da microbiota pode ser feita de várias formas, através de intervenções nutricionais (como exemplo a dieta com baixo teor em FODMAP), através da suplementação com probióticos, outros suplementos como pré-bióticos, ou a conjugação de todas.


Recentemente, foi publicada uma revisão bibliográfica de 21 estudos, que juntou um total de 1503 pacientes com algum distúrbio de ansiedade. Todos os 21 estudos mostraram que a regulação da flora intestinal melhorou de forma efectiva os sintomas de ansiedade.

Este estudo mostrou ainda que as intervenções que apenas usaram probióticos para regular a flora intestinal foram menos eficazes do que os estudos que o fizeram através de intervenções nutricionais ou pré-bióticos. Estes últimos tiveram uma taxa de sucesso de 86%!!

Se sofre de distúrbios de ansiedade procure o seu nutricionista!



67 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page